Janeiro branco: A síndrome de burnout

Janeiro branco: a síndrome de burnout

A saúde mental é um assunto que vem sendo cada dia mais discutido no trabalho. Para marcar o janeiro branco na Letz, vamos falar sobre a síndrome que passou a ser considerada doença ocupacional

A Síndrome de Burnout, também conhecida como Síndrome do Esgotamento Profissional, é uma doença mental causada por situações de trabalho desgastantes.

Podem ser trabalhos que exigem muita responsabilidade, esforço ou até mesmo que estimulem uma competitividade tóxica. Objetivos difíceis de serem alcançados também ganham destaque. 

 

Como saber se a síndrome de burnout está convivendo comigo?

 

  • Cansaço mental e físico excessivos;
  • Insônia;
  • Dificuldade de concentração;
  • Perda de apetite;
  • Irritabilidade e agressividade;
  • Lapsos de memória;
  • Baixa autoestima;
  • Desânimo e apatia;
  • Dores de cabeça e no corpo;
  • Negatividade constante;
  • Sentimentos de derrota, de fracasso e de insegurança;
  • Isolamento social;
  • Pressão alta e
  • Tristeza excessiva.

 

A síndrome de burnout passou a ser considerada doença ocupacional, sendo adicionada à Classificação Internacional de Doenças (CID) da Organização Mundial da Saúde (OMS). Isso significa que agora estão previstos os mesmos direitos trabalhistas e previdenciários assegurados no caso das demais doenças relacionadas ao trabalho.

Também, de acordo com a Organização Mundial da Saúde, os problemas relacionados à saúde mental no trabalho diminuem a produtividade, causando uma perda anual de US$ 1 trilhão no mundo. De acordo com um levantamento, o Brasil perde US$ 63,3 bilhões por ano devido ao afastamento do trabalho por questões de estresse e depressão, ficando em segundo lugar no ranking mundial, atrás dos Estados Unidos, onde o estresse no trabalho é um problema de saúde pública.

A associação Internacional de Gestão de Estresse estima que, 32% dos profissionais do país, sofrem da síndrome de burnout. Esse valor é superior a 1/3 do total de trabalhadores, os quais podem estar próximos de um colapso ou uma depressão.

 

Como me livrar da síndrome de burnout?! 

Defina limites e estratégias para diminuir o estresse no local de trabalho, e o mais importante: procure um profissional para te ajudar. Fazer terapia e identificar a origem da síndrome de burnout, permite que você desenvolva mecanismos para vencê-la!

Outra medida que pode te ajudar a diminuir o estresse no trabalho, é a forma como se locomove até lá, ou seja, escolher um transporte de qualidade pode mudar sua forma de agir no trabalho. Por isso, a Letz oferece um serviço de transporte corporativo porta a porta!

Quer saber como o transporte influencia sua rotina de trabalho? Clique aqui e baixe nosso e-book gratuito.

Calcule o seu trajeto e cuide melhor de você.

 

síndrome de burnout

 

 

Gostou desse conteúdo? Então acho que você também pode gostar:

Retrospectiva 2021: melhorias no aplicativo Letz Passageiro

Fim do home office: O cuidado para voltar ao trabalho presencial

Bem-estar corporativo: índice permite testar a saúde de colaboradores

Deixe o seu comentário

Sobre a letz

Uma empresa de tecnologia que oferece uma solução de mobilidade corporativa, tratando o trajeto diário para o trabalho de forma mais ágil e inteligente.

Últimos posts

Acompanhe

Dê um play no canal

Preencha para receber nossas dicas

Fique tranquilo, não vamos te enviar spam. Assine nossa newsletter ;)

Somos uma empresa de tecnologia que inova na maneira de levar e buscas você do trabalho para casa!

Baixe nosso aplicativo: